Web Estratégica


Consultoria de Marketing

Possibilidades do Facebook ads

Cada vez mais é possível fazer campanhas e criar relacionamento de forma direcionada para nichos de mercado no marketing digital. Tudo fácil de ser mensurado e rapidamente reprogramado.

Uma dessas possibilidades do Marketing Digital é o Facebook Ads, ou seja, anunciar no Facebook. É possível levar o usuário até sua página, com isso conhecendo seu feed de publicações, todos os links publicados por sua empresa.

É possível anunciar para um público-alvo ainda mais exato do que no Google Adwords. Através das ferramentas do próprio Facebook é possível determinar região geográfica, idade, status de relacionamento, nível de escolaridade e até interesses, pelas páginas que esses usuários já curtem. Isso não significa que Facebook Ads seja melhor que Adwords, os dois tipos de anúncios patrocinados servem a objetivos diferentes.

No Facebook é possível abraçar o usuário em qualquer estágio de compra, principalmente nos iniciais.

A segmentação do mercado em nichos específicos faz com que as campanhas sejam mais direcionadas e por isso proporcionam anúncios mais úteis para o consumidor, ou seja, o anúncio faz parte da sua gama de interesses. Por isso, a empresa também gasta menos dinheiro com campanhas: direciona para o público exato e tem mais retorno em menos tempo. Depois, os fãs conquistados podem se relacionar com a marca a longo prazo sem outros custos (de campanha).

 Objetivos no Facebook

O objetivo na rede é aumentar o relacionamento do público com a marca. E número de fãs nem sempre é parâmetro de qualidade, conta muito mais um público menor e engajado (que interage com a página, clica e está mais propenso à conversão) do que um grande número de fãs que não costuma interagir. Mas a empresa deve definir quais são os objetivos do marketing nessa mídia (posicionamento da marca, consolidação de imagem, aumentar relacionamento, fidelização, etc.) alinhados com o marketing geral para obter melhores resultados.

 Custo

É possível criar campanhas com modelo de cobrança de CPM (custo por mil) que é o valor sobre mil impressões. Outra maneira possível e mais utilizada é o CPC (custo por clique) que calcula o custo médio por clique dos anúncios, onde o valor investido é dividido pelo número de cliques recebidos, o que faz com que quanto mais cliques o anúncio tenha, menor seja o CPC.

Segmentação total

Anuncie diretamente para o seu público com o menor risco de falar com alguém que não se interesse pelo assunto. O recurso de segmentação por interesses é o mais interessante, porque é possível anunciar para quem curte determinados filmes, livros, ou páginas com assuntos corporativos, humor, etc. Assim você anuncia para quem já se interessa pelo universo da empresa.

Isso é possível porque o Facebook é uma das plataformas que mais obtém informações de seus usuários, a maioria advinda de um preenchimento voluntário.

Com a segmentação mais exata e uma taxa de cliques mais alta, o algoritmo do Facebook entende que o seu anúncio é de qualidade e passa a exibi-lo mais vezes e em posições melhores, trazendo ainda mais visualizações para seus anúncios. O tráfego se torna mais qualificado e com retorno maior.

 Native advertising (anúncios sociais)

Native advertising é uma forma diferente de anunciar, que não na barra lateral esquerda da plataforma. É possível anunciar no meio do Feed, onde é muito mais provável que o usuário veja o anúncio. O anúncio é identificado como promovido, mas aparece como uma publicação na timeline do público-alvo.