Web Estratégica


Consultoria de Marketing

Penguin Update: Google muda forma de avaliar a qualidade dos sites

Google Penguin Update

Já era esperado que fosse acontecer, mas agora que é fato consumado, a indústria de SEO está em polvorosa.

O Google anunciou uma mudança na forma de avaliar a reputação de um site, implicando diretamente em como compõe a reputação e os rankings de cada tipo de busca. O anúncio foi traduzido pelo Googler André Rosa e está disponível em português.

O trecho abaixo dá alguns direcionamentos:

“Nos próximos dias, lançaremos uma importante alteração algorítmica direcionada ao webspam. Esta alteração irá diminuir a classificação de sites que acreditamos que estejam a violar as nossas diretrizes de qualidade. Este algoritmo representa outra melhoria nos nossos esforços contínuos para reduzir o webspam e promover conteúdo de alta qualidade. Embora não possamos divulgar sinais específicos, pois não desejamos oferecer às pessoas uma forma de manipular nossos resultados de pesquisa e piorar a experiência para os usuários, a nossa recomendação para os webmasters é, concentrar-se na criação de sites de alta qualidade que providenciam uma boa experiência para o usuário e utilizam métodos de SEO “white hat”, em vez de recorrer a táticas agressivas de webspam.”

Diferentemente das últimas atualizações, que entravam no ar primeiro para buscas em inglês e depois para os outros idiomas, o comunicado destaca que “esta mudança entrará em funcionamento para todos os idiomas ao mesmo tempo.”

A Atualização Panda, lançada no ano passado e já atualizada até a versão 3.5 afetou cerca de 12% dos sites em idioma inglês, e algo em torno de 3% nos sites em outros idiomas.

Desta vez, é possível que o novo algoritmo afete porcentagens menores de sites, mas trará resultados visíveis para os usuários logo de cara.

No Brasil, os resultados de busca por “como ganhar dinheiro na internet”, por exemplo, sofreram grandes mudanças por conta desta atualização.

Os Webmasters mais fortemente afetados pelas novas mudanças provavelmente receberão em seus painéis no Webmaster Tools um aviso, o que não significa que aqueles que não receberam as mensagens estão isentos de problemas.

Nos próximos meses, vários “sites suspeitos” deverão perder força de links e mesmo que um link neste tipo de site tenha sido obtido de forma totalmente isenta de manipulação, convém ficar de olho nos seus rankings e no seu tráfego.

Várias discussões no Fórum de Webmasters do Google apontam possíveis soluções, mas a solução geral recomendada é: entrar em contato com os Webmasters dos sites com links manipulados e solicitar a remoção deles (ou uso de nofollow), além de remover todos os excessos cometidos dentro do site que visem a manipulação de rankings de busca.

Post originalmente publicado no Blog de SEO  da IT Web.